Startups camelo: a nova tendência de investimento

horda de camelos no deserto ao por do sol

Startups camelos: a perseverança e a criatividade como aliadas dos empreendedores

A era em que os unicórnios dominavam as notícias sobre startups ficou para trás. O termo, utilizado para se referir às empresas que atingem uma valoração de US$ 1 bilhão antes mesmo de abrirem seu capital na bolsa, destacava o potencial inovador e o rápido crescimento dessas empresas. 

No auge do investimento em startups em 2021, com um recorde de novos unicórnios, era o sonho ou ambição de muitos investidores de venture capital encontrar o próximo unicórnio. No entanto, o cenário mudou drasticamente em 2022, com a instabilidade política e econômica global, inflação e aumento das taxas de juros. Como resultado, o valor dos investimentos diminuiu e muitas empresas perderam valor de mercado, levando à desvalorização e ao rebaixamento de algumas delas. Nesse novo contexto, de ser mitológico, as startups unicórnios tornaram-se uma espécie em extinção.

Nesse sentido, os investidores passaram a buscar por empreendedores mais cautelosos em relação às finanças. E nesse contexto, uma nova figura chamou a atenção dos entusiastas do ecossistema das startups: o camelo. Essas empresas estão se tornando cada vez mais populares nos negócios devido à sua capacidade de perseverar, resistir e se adaptar em condições adversas, assim como o animal do deserto que lhes dá nome. 

O termo não é exatamente novo, mas nunca se falou tanto nele como a partir do ano passado. Com o chamado “Inverno tech”, muitas empresas deixaram de contar com a fartura das possíveis rodadas futuras e tiveram que se virar com o caixa existente. As startups camelo têm se destacado pela habilidade de aproveitar ao máximo os recursos limitados. Além disso, essas empresas também possuem um grande potencial de crescimento, mas sem a pressão de atingir avaliações estratosféricas em curto prazo.

 As principais características das startups camelos

A abordagem mais cautelosa e sustentável das startups camelo têm se mostrado uma alternativa viável para investidores que buscam retornos consistentes a longo prazo.

A expressão foi usada pela primeira vez em abril de 2020 por Alex Lazarow, investidor americano de venture capital, fundador do fundo Cathay Innovation, em sua coluna para o site Entrepreneur. Segundo ele, o modelo de crescimento a todo custo não traduz a realidade de 99% dos empreendedores que estão fora do Vale Do Silício e não contam com a mesma disponibilidade financeira. Por este motivo, as startups deveriam buscar a sustentabilidade financeira em vez de apenas um crescimento agressivo. Sendo assim,  deveriam ser “menos unicórnios e mais camelos”.

As startups camelo, segundo Lazarow, são empresas que possuem um modelo de negócio enxuto, focado em crescimento equilibrado e sustentável. Elas são caracterizadas por sua capacidade de perseverança, resistência e adaptabilidade em meio a condições adversas. Pensando por este prisma, elas são uma excelente opção para investidores que buscam empresas resilientes com  foco no longo prazo.

Conheça as principais características que definem as startups camelo:

Modelo de negócio enxuto

 As startups camelos geralmente possuem um modelo de negócio enxuto e escalável, que permite crescer de forma sustentável. Elas evitam gastar dinheiro em áreas que não são essenciais para o seu funcionamento. Além disso, buscam sempre encontrar maneiras de reduzir custos sem comprometer a qualidade de seus produtos ou serviços.

Estabilidade em momentos de crise

Com sua gestão financeira cautelosa e habilidades adaptativas, as startups camelo são capazes de manter estabilidade em tempos de crise de mercado. Elas possuem uma boa gestão de custos, o que lhes permite manter suas operações funcionando sem problemas.

Visão de longo prazo

Focadas no desenvolvimento de soluções duradouras e inovadoras, as startups camelo valorizam a construção de uma estrutura sólida e um planejamento eficiente para atingir seus objetivos a longo prazo. Diferentemente de outras empresas, elas não priorizam o crescimento imediato e desenfreado, mas sim um crescimento sustentável e equilibrado.

Mentalidade empreendedora forte

Uma forte mentalidade empreendedora é um dos principais pontos que caracterizam as startups camelo. Seus fundadores geralmente estão dispostos a correr riscos e tomar decisões difíceis para impulsionar o crescimento de suas empresas. Essa característica é essencial para superar obstáculos e encontrar soluções criativas para os desafios do mercado.

Resistência e adaptabilidade

Por fim, as startups camelo são caracterizadas por sua resistência e adaptabilidade. Elas sabem que as condições do mercado podem mudar rapidamente e estão preparadas para se adaptar a essas mudanças. Além disso, são capazes de se recuperar rapidamente de falhas e erros, aprendendo com eles e utilizando essas experiências para melhorar seus processos e produtos.

>> Leia também: Qual o cenário do venture capital em 2023 no Brasil?

Exemplos de startups camelos no Brasil

As startups camelo têm se destacado cada vez mais no mundo dos negócios, mostrando que é possível crescer de forma consistente mesmo com poucos recursos. No Brasil, empresas como Locaweb e Hotmart são exemplos de startups que seguiram essa filosofia e alcançaram sucesso em seus segmentos de atuação. Apesar de terem enfrentado dificuldades e desafios ao longo do caminho, essas empresas souberam adotar uma estratégia cautelosa de investimentos e gestão de custos, priorizando sua autossuficiência e adaptando-se às mudanças do mercado. Conheça cada uma delas.

Locaweb

A Locaweb é um case de sucesso no mercado brasileiro de tecnologia e uma das principais empresas de hospedagem de sites e serviços de internet do país. Fundada em 1998, a empresa teve um começo modesto como provedor de acesso à internet discada. Ao longo dos anos, evoluiu para uma plataforma de hospedagem de sites, computação em nuvem, e-mail marketing e outros serviços de tecnologia.

Ao longo de sua história, a Locaweb enfrentou diversos desafios e crises no mercado brasileiro, e assistiu a importantes mudanças no cenário tecnológico mundial, como o crescimento de empresas como  Apple, Amazon e Google. Mas mesmo assim, soube se manter estável e crescer de forma consistente, investindo em tecnologia, aquisições e expansão internacional. A empresa tem uma forte cultura empreendedora, incentivando seus funcionários a buscar inovações e novas soluções para seus clientes. Além disso, a Locaweb se destaca por sua responsabilidade social, investindo em projetos de inclusão digital e sustentabilidade.

Com uma mentalidade austera e conservadora nas finanças, a empresa realiza investimentos e aquisições somente após um rígido processo de análise. Segundo Higor Franco, diretor-geral de varejo da empresa, a Locaweb tem “mentalidade de gestão de caixa antiga e conservadora: não queimamos caixa em hipótese alguma”.

Atualmente, a Locaweb é uma das empresas mais valiosas do mercado brasileiro de tecnologia, com um valor de mercado de cerca de R$3,15 bilhões. Seu sucesso é um exemplo de como uma startup camelo pode se tornar uma líder de mercado, mantendo sua visão de longo prazo e sua mentalidade empreendedora forte.

Hotmart

A Hotmart é um exemplo de startup camelo que tem ganhado destaque por sua história de sucesso em um mercado altamente competitivo. Fundada em 2011, em Belo Horizonte, a empresa surgiu como uma plataforma de vendas e distribuição de produtos digitais, tais como cursos online, e-books, podcasts e softwares, em um momento em que esse mercado era quase inexistente no Brasil devido à baixa velocidade da internet.

Para crescer de forma consistente e se manter estável mesmo em momentos de falta de crédito ou investimento, a Hotmart adotou uma estratégia cautelosa de investimentos e gestão de custos, priorizando sua autossuficiência. Desde sua fundação, a startup captou investimento três vezes, sendo que a primeira foi para pagar os custos do negócio após 10 meses de operação. Segundo o CEO e cofundador João Pedro Resende, o uso consciente do capital deu tranquilidade à equipe para fazer bons movimentos, sem colocar a empresa em risco. Em suas palavras, a Hotmart é dinâmica, não tem medo de errar e recomeçar ou de simplesmente refazer os planos caso o cenário mude completamente.

Atualmente, a Hotmart está entre as 15 startups mais valiosas do país. Possui mais de 20 milhões de usuários em 188 países e seu valor de mercado já ultrapassou a marca de US$ 1 bilhão.

Ainda vale a pena investir em negócios com modelos resilientes e conservadores?

Investir em empresas que possuem essas características pode ser uma estratégia inteligente e promissora. Embora a busca por unicórnios ainda esteja em alta, investir em empresas com modelos de negócios mais sólidos e conservadores pode oferecer uma opção mais segura e lucrativa a longo prazo. A valorização dessas empresas pode ser mais gradual, mas é igualmente expressiva. 

Não é à toa que investidores experientes estão cada vez mais atentos a essa nova tendência de investimento. Investir em empresas com essas características pode ser uma forma inteligente de diversificar sua carteira de investimentos e maximizar seus retornos no longo prazo.

Leia também