Invista na Indústria 4.0 !

parque industrial, ao lado do mar, com uma rede de itens conectados e ilustrados em azul

Uma nova revolução está acontecendo, neste momento, em todo o mundo. A 4º Revolução Industrial, consequência da implementação do uso de softwares e tecnologias cada vez mais avançadas em todos os processos produtivos da indústria, que estão transformando esse setor. Quer entender o que é a Indústria 4.0 e por que ela é uma ótima opção de investimento? Vem com a gente!

Publicado em: 03/02/2021 | Atualizado em: 10/10/2022

Você já ouviu falar em Indústria 4.0? O termo está relacionado à fusão de diversas tecnologias, implantadas na indústria convencional, e por isso, também conhecida como a 4º Revolução Industrial. Essa nova “era” da indústria é vista como consequência das transformações trazidas pelo processo de digitalização e crescente utilização de sistemas informatizados. 

Essa revolução nasce da necessidade de otimização dos processos industriais para que o setor se torne mais  competitivo. E isso é feito integrando tecnologias digitais que melhoram a eficiência da indústria, porque estabelecem novas formas de produção. Assim como outros setores da economia, o industrial também está em constante transformação, e  precisa de opções modernas para auxiliar na produção de bens de consumo. Na Indústria 4.0, a automação e a tecnologia da informação são aplicadas no desenvolvimento dos mais variados produtos. 

No Brasil, essa transformação já vem acontecendo e o setor já entendeu a importância de conectar com tecnologia às várias etapas que fazem parte da cadeia de produção. A princípio, isso pode demandar uma alta quantia em investimentos, mas no longo prazo, significa redução de custos e de tempo. 

Na Europa, por exemplo, esse movimento já vem acontecendo há mais tempo, tanto que o termo indústria 4.0 surgiu na Alemanha, em 2011, em um projeto de um grupo de trabalho que pretendia desenvolver a indústria, a partir da implementação das ações contidas no documento. O objetivo principal do projeto era aumentar a produtividade da indústria alemã a partir da inovação, além de elevar a competitividade frente ao mercado de manufatura asiática.

E você sabe como a utilização de novas tecnologias nos processos da indústria está revolucionando esse setor?

Bem, para explicar a importância da indústria 4.0 e a revolução que ela vem provocando, é importante voltar na história para compreender o que as outras revoluções significaram, afinal, estamos no meio do processo de  transformação. 

A Primeira Revolução Industrial aconteceu no final do século XVIII, na antiga Grã- Bretanha e é marcada pela introdução das máquinas movidas a vapor e água em processos que eram feitos a mão, como agricultura e indústria têxtil, pioneira na utilização. É quando ocorre a substituição do uso de animais na geração de força, por vapor e água. 

A Segunda Revolução Industrial acontece entre os anos 1870 a 1945 e é caracterizada pela introdução de novos sistemas no processo, como telégrafos e ferrovias. Também nesse período, a industrialização dos serviços começa a se expandir para outros países, e a eletrificação das fábricas ajuda a criar os primeiros sistemas de automação industrial. É na segunda revolução que surge o conceito “produção em massa”, desenvolvido por Henry Ford, que é a capacidade de produzir mais com custos menores a partir do ganho de escala e eficiência. 

Nos anos compreendidos entre 1950 e 1970 surge a Terceira Revolução Industrial, também conhecida como a Revolução Digital, marcada pela mudança dos sistemas analógicos e mecânicos para os sistemas digitais. A terceira revolução é considerada o resultado direto do enorme desenvolvimento e utilização de computadores, tecnologia da informação e comunicação. 

O processo de evolução da indústria é constante e está intimamente relacionado com o desenvolvimento de novas tecnologias. As inovações que são incorporadas nos processos industriais garantem a melhora do desempenho e transformam toda a cadeia produtiva. 

Dessa forma, é natural perceber a importância da utilização de  novas tecnologias na indústria e compreender a importância delas. A Quarta Revolução Industrial, ou Indústria 4.0, é o aperfeiçoamento e desenvolvimento de tecnologias que estão mudando a forma  

Em qual fase está o Brasil?

De acordo com dados do projeto Indústria 2027 feito pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), em parceria com pesquisadores e universidades, somente 1,6% das 759 empresas brasileiras consultadas informaram ter sistemas integrados, fábricas conectadas e processos inteligentes para subsidiar a tomada de decisão dos gestores. 

Bens de capital (máquinas e equipamentos), agroindústria e automotivo são os segmentos industriais que lideram a corrida tecnológica para ampliar a competitividade dos negócios até 2027, de acordo com os dados do projeto. 

A ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – fez as contas e estima uma economia de R$ 73 bilhões por ano com a implantação da indústria 4.0. Deste total, R$ 35 bilhões seriam referentes a ganho de eficiência, R$ 31 bilhões de redução com gastos de manutenção de máquinas  e R$ 7 bilhões de economia no consumo de energia. Para conseguir esses resultados muitas empresas têm apostado em parcerias com startups, que desenvolvem soluções sob medida.

As transformações decorrentes da Indústria 4.0 vão mudar a forma como a indústria atua em todos os seus processos e impactar a geração de empregos e consequentemente, a economia dos países. As empresas que fazem parte desse setor, já entenderam que é imprescindível se adaptar às mudanças propostas para não ficar para trás. A solução é se preparar para surfar a onda da revolução digital e  suas consequentes inovações,  e estar próximo de startups, que enxergam primeiro as necessidades futuras e são capazes de desenvolver soluções personalizadas. Uma forma de se antecipar para não perder o passo. 

Se fôssemos explicar a Indústria 4.0 de forma resumida, poderíamos dizer que é a implantação de tecnologias avançadas e inovadoras no setor industrial. Se a 3º Revolução Industrial foi marcada pela transformação dos sistemas analógicos em digitais, a 4º Revolução é o avanço e melhora das tecnologias desenvolvidas para a indústria. 

Essas tecnologias  automatizam a troca de dados e otimizam processos internos, que conectam máquinas, sistemas e ativos organizacionais e que impactam todos os setores do mercado. Dessa forma, aumentam a eficiência da cadeia de operações, uma vez que possibilitam a criação de fábricas autogerenciáveis e o aprimoramento dos fluxos de trabalho.

A Indústria 4.0 é chamada de revolução porque muda a forma como os processos são realizados. Mas é também um conceito. Porque envolve uma série de medidas pensadas para otimizar processos, aumentar a eficiência e reduzir custos.  

Nesse contexto de desenvolvimento, que já vem acontecendo em maior ou menor escala dependendo do país, acompanhar as tendências do setor no Brasil e no mundo é fundamental para quem pretende de alguma forma, fazer parte dessa revolução. 

É importante você saber que todas as transformações estão acontecendo em ritmo super acelerado e devem ficar cada vez mais complexas. As empresas estão correndo para se adaptar, e os desenvolvedores para criar as tecnologias necessárias para atender a demanda do setor. É um mercado muito extenso, e ainda com muito espaço para ser explorado. É o futuro sendo construído agora no setor industrial. A Organismo Brasil está acompanhando ativamente esse movimento pois acredita que as empresas desse setor são uma excelente oportunidade de investimento. Atualmente em nosso portfólio temos a BMS Tecnologia (LINK) que desenvolve softwares para otimizar os processos na indústria através da inteligência artificial e da  IoT (internet das coisas), sua captação foi encerrada em 2021, mas suas cotas continuarão a ser comercializadas no mercado subsequente, que em breve estará em funcionamento em nossa plataforma.

Conheça a BMS Tecnologia

Conteúdos relacionados

Confira os conteúdos relacionados a esse tema que separamos para você:

Leia também